loader image
/
/
Audiência de Instrução e Julgamento: motorista acusado da morte de primos em 2018

Audiência de Instrução e Julgamento: motorista acusado da morte de primos em 2018

Segundo o Advogado Criminalista Franklin Assis, o empresário não estava alcoolizado, ele teve Síndrome de Dumping, o que causou um “apagão”. No acidente morreram os primos Alex Sandro Barros dos Santos, de 29 anos, e Eliseu Santos de Morais, 25 anos, que estavam em uma moto atingida pelo veículo do empresário.

Por Franklin Assis

10/05/2022

Aconteceu nesta segunda-feira (09) a audiência de instrução e julgamento do empresário Claudecir Dias, de 56 anos. Claudecir é acusado de homicídio na direção de veículo automotor, durante um acidente ocorrido em junho de 2018, na BR 470, em Blumenau. No acidente morreram Alex Sandro Barros dos Santos, de 29 anos, e Eliseu Santos de Morais, 25 anos, que estavam em uma moto atingida pelo veículo do empresário.

Segundo o Advogado Criminalista Franklin Assis, que atua na defesa de Claudecir, foram ouvidos nesta segunda-feira (09) as testemunhas de acusação, que são os Policiais Rodoviários Federais que atenderam ao acidente, e um homem que seguia atrás e filmou a batida; além das testemunhas de defesa, que são pessoas que estiveram momentos antes com o empresário e confirmaram que ele não ingeriu bebida alcóolica, como foi noticiado na época. “Ele não estava embriagado, e sim havia passado por uma Síndrome de Dumping, típica de pacientes que passam por cirurgia bariátrica; ou seja, dependendo do alimento que ingere ele pode ter uma hipo ou uma hiperglicemia. E, foi isso o que aconteceu, ele apagou. Então tudo aconteceu quando ele estava fora de si, ele só se recorda do momento em que estava sendo conduzido para o posto da PRF”, explica Franklin Assis. O próprio Claudecir também foi interrogado na audiência desta segunda.

Ainda conforme o Advogado Franklin Assis, agora o processo vai para alegações finais do Ministério Público, depois volta para a defesa e depois o juiz deve proferir uma sentença. “Não há data para essa sentença final, para que essa decisão aconteça”, fala o advogado.

O ACIDENTE

O acidente aconteceu por volta as 21h30, do dia 20 de junho de 2018. O veículo dirigido pelo empresário Claudecir Dias, na época com 52 anos; invadiu a pista contrária no km 52 da BR 470, em Blumenau, e atingiu uma motocicleta onde estavam os primos Alex e Eliseu, que morreram na hora. Logo após a batida populares tentaram linchar o motorista já que ele estava fora de si, e deu a entender que estaria alcoolizado. O empresário foi preso em flagrante e liberado na audiência de custódia para responder o processo em liberdade.

(Texto: Assessoria em Comunicação)

Todos direitos reservados a Franklin Assis Advogados associados